Somos MAPP

Juh Sete

Como Mc do Omnira participou de diversas apresentações e atividades culturais, dentre elas participou do mês do hip hop no município de São Paulo em 2016 e 2017 Atividades no centro cultural São Mateus em Movimento em 2016, Virada Cultural Feminista no CCJ, Alvarenga Rap City, Jovens Talentos do Hip hop, Roda de Conversa no Tremembé entre outros. Omnira lançou o algum Grito de Liberdade em 2017 no qual tem participação em todas as músicas como compositora e interprete.

JOÃO HENRIQUE

Produtor no coletivo Pode Pá Perus do evento Perus Rock Festival (evento que agrega bandas de rock independentes e de garagem), iluminador do evento Noite dos tambores (2015) e Festival Sinfonia de Cães (2015 e 2016). Baterista no evento ̈Bateras 100% Brasil (aniversário de são Paulo no vale do Anhangabaú 2016, Bateras 100% Brasil no Campo de Marte em 2016 e no Parque da independência 2016).

THIAGO CONSP

Em 2011, Consp iniciou a série Africans e nos encantam com os seus traços em muros, telas, bolsas e exposições. Em 2012, teve a oportunidade de levar seu trabalho para a Noruega, onde participou do NuArt Festival, encontro anual para a divulgação de arte urbana ao redor do mundo. No início de 2013, passou a integrar o coletivo Pode Pá Perus buscando promover, por meio da arte e musica , a preservação das raízes africanas presentes em nosso bairro.

SÉRGIO BARBOSA

Desde 2004 desenvolve o Mapp: Movimento arte plural perus no CEU Perus reunindo diferentes linguagens da arte difundindo cultura de resistência dando visibilidade para os artistas da zona oeste e outras regiões. E desde 2010 tem participado e contribuindo para semana do Hip-Hop promovendo o projeto V.L HIP-HOP NAAÇÂO onde através da atuação do DJ e dos MC ́s e outras linguagens da arte sensibilizando o público para refletir sobre a nossa realidade e as possibilidades de transformação da nossa comunidade. Com isso, nossa voz, nosso grito, nossa realidade é cantada e representada de forma autônoma e alternativa dialogando com outras culturas, respeitando a diversidade que nossa comunidade tem.

SHEILA MOREIRA

Como Mc do Omnira participou de diversas apresentações e atividades culturais, dentre elas participou do mês do hip hop no município de São Paulo em 2016 e 2017 Atividades no centro cultural São Mateus em Movimento em 2016, Virada Cultural Feminista no CCJ, Alvarenga Rap City, Jovens Talentos do Hip hop, Roda de Conversa no Tremembé entre outros. Omnira lançou o algum Grito de Liberdade em 2017 no qual tem participação em todas as músicas como compositora e interprete.